quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Nova pista de atletismo de Paranavaí poderá custar R$ 5,5 milhões

Com o projeto em mãos, fica muito mais fácil conseguir os recursos”, explicou o prefeito Foto: Ass./Pref./Divulgação


       O projeto para a construção da nova pista de atletismo de Paranavaí foi apresentado ao prefeito Rogério Lorenzetti, pelo chefe do escritório regional da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), Michael Heckmann. São aproximadamente 60 pranchas que incluem projetos de instalação elétrica, planta arquitetônica, arquibancadas, portal de acesso, cabine para juízes, academia, alojamento, vestiários, banheiros, cozinha, lanchonete, estacionamento e enfermaria. As informações são da assessoria de imprensa da Prefeitura.
       O projeto também prevê um espaço onde a Fespar poderá ser instalada futuramente. A pista atual não atende às exigências para competições oficiais, mas a nova pista terá padrões internacionais.
“O atletismo de Paranavaí consegue competir em pé de igualdade com cidades de maior porte e que recebem mais investimentos. Se contarmos com as condições necessárias, com certeza teremos destaque cada vez maior no cenário estadual e até mesmo em nível nacional”. A constatação é do presidente da Fundação de Esportes de Paranavaí (Fespar), Paulo César Franzini, a respeito da nova pista de atletismo que muito em breve deve ser construída ao lado do Colégio Estadual de Paranavaí.
      A elaboração do projeto da nova pista de atletismo custou aproximadamente R$ 150 mil e a obra completa deve receber recursos de quase R$ 5,5 milhões. O anteprojeto foi elaborado pela equipe da Seop de Paranavaí e deu suporte para que uma empresa - vencedora de licitação organizada pelo Governo do Estado - finalizasse o projeto.
       Com o desmembramento do terreno que abriga a atual pista de atletismo de Paranavaí do Colégio Estadual, a busca de recursos ficará a cargo do município. Por isso, o chefe do escritório regional da Seop entregou toda a documentação nas mãos do prefeito Rogério Lorenzetti.
       “Com o projeto em mãos, fica muito mais fácil conseguir os recursos”, explicou o prefeito. “Esta semente está sendo plantada e com certeza vai frutificar”, continuou.
       Na opinião do prefeito, a nova pista representa o reconhecimento ao desempenho do esporte de Paranavaí, que tem se destacado em competições por todo o país. “A pista de atletismo também vai beneficiar toda a comunidade, que tomando o exemplo dos atletas, ficará motivada a cuidar muito mais da saúde. Toda a população será beneficiada”, completou Rogério.
        Um importante apoio que todo o processo, considerando o desmembramento da pista de atletismo do Colégio Estadual de Paranavaí e a elaboração do projeto, recebeu veio do deputado estadual Antônio Teruo Kato. “É um sonho antigo e felizmente aí está o projeto, instrumento para corrermos atrás dos recursos necessários para a realização das obras. Vamos ter a pista em breve e Paranavaí vai ser referência do atletismo em todo o Estado”, ressaltou o parlamentar.
       O vereador Nivaldo Mazzin, representando a Câmara de Vereadores, disse estar muito feliz com esta conquista. Além dele, o chefe do Núcleo Regional de Educação, Saul Bogoni, participou da breve cerimônia. Assim como o deputado Teruo, Bogoni teve participação importante em todo o processo até a finalização do projeto para a nova pista de atletismo de Paranavaí. Autoridades ligadas ao esporte do município também estiveram presentes na ocasião.

Atletas olímpicos poderão utilizar pista de atletismo de Paranavaí

       O presidente da Fundação de Esportes de Paranavaí (Fespar), Paulo César Franzini, disse que existe uma grande possibilidade de atletas olímpicos, inclusive de outros países, utilizarem a nova pista de atletismo de Paranavaí. É que a Vila Olímpica de Maringá tem um projeto para abrigar parte das delegações que vierem ao Brasil para as Olimpíadas de 2016 e “Paranavaí poderá ser um ponto de treinamento para alguns desses atletas”, enfatizou.
      A construção de uma pista adequada para treinamento e para receber competições de nível internacional é um desejo antigo. O primeiro projeto, destacou Franzini, foi pensado há 10 anos. “Agora temos toda a documentação pronta. Só precisamos abraçar o projeto para concretizar este sonho”, reforçou o presidente da Fespar. O chefe do escritório regional da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), Michael Heckmann, destacou outro ponto positivo: “é um projeto não só para Paranavaí, mas para toda a região Noroeste”.


by ANA PATRICIA RICCI PAZZINI    ; )

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Ciclista de Paranavaí conquista o Titulo nas Olimpiadas Escolares


Fonte:Paraná Esporte
O ciclismo feminino foi o grande destaque com a atleta Gabriela Yumi Mishi Gomes, do Colégio Paroquial Nossa Senhora do Carmo (Paranavaí) que conseguiu três medalhas de ouro. Ela venceu as provas de revezamento, contra o relógio e estrada.
As outras medalhas de ouro do Estado vieram com o atleta maringaense Lucas de Araújo Santos, do Colégio Gastão Vidigal (Maringá) na prova de revezamento medley (Murilo Ojeda, Gabriel Modesto e Anderson Sabino também integraram a equipe). Santos obteve ainda duas medalhas de prata, nas provas de 200 e 400 metros.
A ciclista Thatiana T. de Marafigo, do Colégio Estadual do Paraná (Curitiba) subiu três vezes no pódio: primeiro lugar na prova de revezamento e segundo nas provas contra o relógio e estrada.